Aí está, prontinha, pintada de fresco, obviamente porque é o produto do meu último trabalho a óleo sobre tela de 60x40 cm.
Representa a velhinha locomotiva da SECIL-Fábrica de Cimentos da Maceira-Lis, uma peça rara em excelente estado de conservação, graças aos cuidados que lhe dispensa a administração local desta empresa. Na placa fixada na sua chaminé exibe orgulhosamente um distinto nº 1.
Encontra-se exposta no recinto da fábrica, para regalo de quem a visita.
É um justo tributo pelos serviços prestados ao longo de muitos anos e, porque foi ainda a pioneira do transporte ferroviário do cimento até à Martingança, na Linha do Oeste, é inteiramente merecida tal honraria.

4 comentários:

Rui Pascoal disse...

Ora aí está uma velha máquina, "bem oleada", sem ponta de ferrugem.
Parabéns Arnaldo por este belo trabalho!

Silv@ disse...

Já tive antes a oportunidade de me pronunciar sobre esta tela. Mas será sempre oportuno dar os devidos elogios a quem os merece. E mais uma vez PARABÉNS!

margarida disse...

O que posso dizer desta maravilha?
Parabéns,és um ARTISTA.
Margarida

Salanga Y. Ricardo disse...

Muitos Parabéns amigo Arnaldo, excepcional, gosto mesmo, eu já tenho medo de pintar assim porque não tenho quem pode os comprar neste momento,

About